Inspirações de pessoas, passeios, cultura, gastronomia e empreendedorismo

Canal Pixé

03/04/2018 17:39

Pixé?! Por que Pixé?!

Fomos no Mercado do Porto em busca do tradicional pixé! Conheça mais sobre a paçoca cuiabana!

"Milho torradinho socado... Canela açucarada... A branca pura daquela gurizada..."

No embalo da música cantada por Pescuma, Henrique e Claudinho, letra do poeta Moisés Martins, vamos entendendo um pouco mais do que esta minúscula palavra presente no dicionário cuiabano significa. Assim como diz a canção, o pixé, a paçoca cuiabana, já sujou a boca de muitos mato-grossenses nos tempos de infância.

Apesar de não ser mais tão comum nos hábitos alimentares dos mato-grossenses, o pixé é encontrado em locais tradicionais da gastronomia regional, como o Mercado do Porto. Foi lá que conhecemos a iguaria e também seu Milton. Ele é quem fornece a paçoca para os feirantes. Aprendeu com a mãe a fazer a mistura. Com o passar do tempo, acrescentou outros ingredientes para deixar a paçoca menos seca, como por exemplo, amendoim e castanhas. Ao invés do milho comum, seu Milton também passou a utilizar o milho de pipoca como ingrediente principal.

O que não muda é o "djeito" espontâneo e hospitaleiro com que ele atende a clientela, bem cuiabano. E se o cliente pede, ele até ensina como comer a iguaria, que é vendida em cones de papel. Com muita habilidade, ele ajeita a mão e, de um jeito rápido, joga um punhado da paçoca até a boca. É jogando mesmo, sem firulas. Depois solta um sorriso no rosto, como uma criança que ganhou doce dos pais.

Mas ele alerta: quem nunca tentou tem que tomar cuidado, pois pode se engasgar quando a paçoca vai parar na garganta. Ou, se for ruim de mira, pode acertar os olhos e o cabelo. Então, pode tentar de outras maneiras, não tem problema. Pode comer com colher, virar o cone direto na boca, e por aí vai.

E tem gente que também usa o pixé como ingrediente em alguns pratos. Já vi gente comer pixé com açaí, sorvete e peixe. A paçoca também é usada por alguns chefes, que valorizam ingredientes regionais nas suas criações.  Ariani Malouf, do Mahalo, é uma delas.

Então, foi por esse motivo que escolhemos o nome Pixé para nosso canal no YouTube. Porque tem história. Porque faz parte da nossa história. Tem gente que conhece, outros não, mas quem ouve o nome sempre pergunta: o que é isso? Despertar nas pessoas o interesse e desejo de conhecer mais e melhor o nosso Estado é a proposta do canal Pixé. Então, se você leu até aqui e já sabe o que é o pixé, já sabe um pouco mais de nossa história, cultura e tradição. No canal você encontra muito mais.

Falamos de gente, de lugares, de comidas, de misturas, das muitas coisas boas que temos em nosso Mato Grosso. Tudo isso do nosso jeito. O jeito de quem veio de outra região do país e aqui encontrou um lar, amigos e um jeito simples de viver. É com esta simplicidade que compartilhamos com você o que vivemos!


Titulo fixo
Titulo fixo
Titulo fixo

Endereço

Rua 24 de Outubro, 937
Popular
Cuiabá / MT
CEP 78032-005

E-mail

divinomatogrosso18@gmail.com

Telefone

65 99972-8268

Titulo fixo
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo